10/06/2016

Helsinki day by day – diário de viagem (#HelsinkiSecret)


Helsinki
Paisagem de Helsinki... vá e se surpreenda com a cidade!


No mês de maio, estive por seis noites em Helsinki (Helsinque, Helsínquia, como quiserem!), para participar do projeto #HelsiniSecret Residence, promovido pelo Visit Helsinki. Durante esses dias, tive a experiência de viver como local e explorar cada canto da cidade. Este é o diário da viagem, com o resumo de como foi o dia-a-dia por lá, com sentimentos e impressões.



Algumas coisas me chamaram bastante a atenção, mas acho que só conseguiria entender melhor como as coisas são por Helsinki se eu conhecesse o inverno por lá. Fui no auge da primavera. As pessoas estavam em peso na rua e em todo o lugar a qualquer hora. Os dias eram longos; amanhece cedo e anoitece para lá das dez da noite. Fiquei hospedada perto da Estação Central, que também está ligada ao centro histórico e área da universidade, assim, era incomum esta região estar vazia. A não ser após às seis da tarde ou quando o comércio encerrar as atividades do dia. Daí, o movimento diminui logicamente.

A qualquer hora e em qualquer lugar, o sentimento de segurança que se tem ao andar pela rua é impagável. Conversando com locais, não consegui captar com facilidade qual seria a maior preocupação (fora o inverno!), mas claro que elas também existem. Como em qualquer lugar, cada um na sua realidade. Vi parques lotados e vi a sujeira que fica depois. Vi catadores de latinhas. Vi pedintes na porta da estação. Em todo o lugar há. Não ouvi português, nenhuma vez. Fui muito bem atendida, só não inclua nessa pedir orientações a motoristas de ônibus. Vivi intensamente.

Desculpem-me pelos milhares de adjetivos neste post. Impossível não elevar Helsinki e esta experiência a um grau superior.  Fui muito feliz nestes dias e descobri que a pequena Helsinki ficou imensa pelas inúmeras oportunidades que ela oferece.

Convido vocês a passear comigo e colocar este destino na sua lista de desejos! 


#HelsinkiSecret - dia 1: apresentação

Helsinki Central Station
Detalhes da Estação Central


Saia da Estação Central e não deixe de olhar para a sua fachada. Dizem que as esculturas que ali estão foram inspiração para a criação da Gothan City, de Batman. Bem-vindos a Helsinki!

O primeiro dia foi bem curto, mas não menos produtivo. Foi o dia de conhecer o apartamento exclusivamente planejado para o Programa e receber às milhares de informações e dica sobre a cidade, junto com o Survivor Kit. 

Mas deu para aproveitar. Comecei explorando um pouco da rica e viva região da Estação Central. Grudada nela está o Museu de Arte Ateneum e o Teatro Nacional. Adjetivos e superlativos não serão dispensados. Também há muitas lojas, escritórios, bares com as mesinhas na rua. Muita vida circulante. Adoro!

Depois de conhecer o apartamento, já estava final da tarde. Escurece pelas 22h. Dei este tempo para explorar as ciclovias do lado leste da cidade (Centro Histórico) e viver como uma local. Vi de tudo! Mesmo! Nem tudo eu vou poder contar! (Risos!) coisas locais... Passei pertinho do Zoo e costeei uma Marina. Para um pouco, olha o mapa e... Segue para outro lado... Assim cheguei até a Uspenski Catedral, que brilhava com o sol do final do dia. Linda!

Helsinki
De bike por algum lugar encontrei esta novíssima ponte, ainda não inaugurada...


Helsinki Uspenski Cathedral
Catedral Ortodoxa Uspenski (1868) - herança russa em Helsinki 


Voltei pela área de um dos terminais portuários, e vislumbrei uma região lindíssima, onde fica a Prefeitura e o Palácio Presidencial. Haja pernas e cartão de memória na câmera! A primeira impressão não poderia ser melhor. Cidade linda! 


#HelsinkiSecret - dia 2: Helsinki verde

Helsinki Töölönlahti Bay
Töölönlahti Bay: o "Central Park" finlandês


Helsinki é conhecida como uma "cidade verde", dada a sua preocupação com tudo que estiver relacionado com a sustentabilidade. Reservei a primeira parte do dia para explorar o chamado "distrito verde", que começa justamente onde o apartamento está localizado. A área se chama Töölönlahti Bay e é um novíssimo parque, um Central Park em menores proporções. Esse trajeto fiz a pé. Uma bela caminhada.

Sibelius foi um famoso compositor finlandês e um dos pontos mais visitados em Helsinki é o monumento feito em sua homenagem. Ele também fica em um parque como o mesmo nome, pertinho da costa. Foi a segunda parada... E ao lado, fica o Café Regatta, perfeito lugar para um pit stop! Vejam a foto e vocês vão entender! 

Helsinki Sibelius
Monumento Sibelius, um dos pontos mais visitados pelos turistas

Helsinki Café Regatta
Café Regatta, um ambiente agradável na costa


Momento de história... Hora de visitar o Museu Nacional da Finlândia e conhecer um pouco da história e dos hábitos locais. A visita segue a ordem cronológica desde a idade média, passa pela dominação sueca, russa, enfatiza o período racional e o romântico, quando as mulheres entram em ação e segue para exemplos dos costumes locais. Uma rica experiência. 

O resto do dia foi para o Centro Histórico. Com o dia lindo, os parques e jardins estavam lotados. Tinha muita vida na rua! Quase não tinha lugar livre no Esplanade Park, que na verdade é um grande canteiro entre duas ruas. A Prefeitura e o Palácio Presidencial ficam por ali, aliás, com a visita do presidente de Luxemburgo, a guarda estava toda na rua! 

A roda gigante também está ali e dela tem-se uma bela vista da orla e de duas das principais catedrais: a de Helsinki (a branca) e a Uspenski, feita de tijolos, é a maior catedral ortodoxa do Leste Europeu. Consegui a façanha de ter as duas na minha foto! 

Helsinki
Na roda gigante, entre as duas Catedrais 


Fim da tarde chegando... Fome batendo... Caminhei bastante pela Praça do Senado, onde está a Catedral de Helsinki, estamos falando de prédios dos anos 1800, todos muito bem conservados. A escadaria da catedral é ponto de encontro; também tinha muita gente por lá. 

Bem por ali, também fica a região chamada de Tori Quarter. São umas quatro ou cinco quadras, entre a Praça do Mercado e a do Senado, cheia de bares, cafés e lojas de design e produtos locais. Lugar gostoso para passear. 

A essa altura, já sentia o cansaço do dia. Me entreguei, então, à mais incrível experiência gastronômica da viagem até então. No tradicional Restaurante Savotta, provei muitas especialidades finlandesas, como salame de urso, carne de rena e outros peixes, comi um saboroso pedaço de ovelha cozido a dez horas  é servido com batatas e aspargos e finalizei a refeição com uma típica torrada finlandesa com frutas vermelhas e sorvete de baunilha. Essas torradas eram, pasmem, rabanadas! Temos muito em comum! 

Helsinki Savotta
Entrada do jantar no Savotta... o salame é de urso!
Típico restaurante finlandês!


Dia intenso e perfeito em uma Helsinki ensolarada! Estou muito feliz por estar aqui! 


#HelsinkiSecret - dia 3: vivendo do como uma local

Vocês não cansaram, só, de ler tudo que eu fiz no dia anterior? Pois eu senti tudo isso quando acordei no terceiro dia! Não sou imune a nada!

Durante a manhã, participei de uma entrevista para a Rádio Helsinki e o Jere, quem me acompanhou, soltou àquele "Nossa, você já fez tudo isso?", quando me perguntou sobre o que eu já havia feito. Característica minha. Tento não deixar nada (que me seja interessante) passar. Claro que às vezes falho e também não consigo ver tudo obviamente, mas procuro sair plenamente satisfeita se assim der pra fazer. A entrevista foi ao ar livre, no parque em frente ao apartamento - o "Central Park", lembram? Foi bem boa!

Helsinki Töölönlahti Bay
Entrevista ao ar livre!


Tem lugares que gosto de conhecer, em especial, quando viajo. Comecei por eles assim que acabaram os compromissos com a rádio. A primeira parada foi no Jardim de Inverno. Um pequeno jardim também localizado perto do apartamento. Um lugar pequeno e muito frequentado pelos moradores da cidade. Achei o máximo encontrar algumas senhoras preparando o seu almoço com espumante e outras coisinhas gostosas em plena casa de vidro. Uma graça!

A segunda, foi em outro jardim botânico - Kaisaniemi, que fica em um parque e foi fundado em 1829 pela Universidade de Helsinki. São várias estufas. A mais interessante foi a das plantas aquáticas. Não tem problema fazer visão panorâmica. Essa visita foi rápida. 

Helsinki Winter Garden
O Jardim de Inverno e a bicicleta Pelago, disponível no apartamento!
Foi minha companheira de viagem!


Dos jardins botânicos aos mercados. O Old Market funciona desde 1889 e vende de tudo em pequenas bancas. Queijos, carnes (inclusive de urso e de rena), especiarias, cafés, ... , e o preço é pra lá de salgado, como as coisas por Helsinki. Exemplo? Um simples baguete, custou £3,20. Ali ao lado, um pouco mais cedo, também tem uma "feira livre" - Market Square, que é um bom lugar para se comer razoavelmente barato e comprar lembranças. 

Seis da tarde, tudo fecha... Hora de pedalar na orla e conhecer uma outra Helsinki. Moraria fácil por ali (no verão!). Orla linda, apaixonante! 

Helsinki
Outra parte da orla de Helsinki.
Estas bikes amarelas estão por toda a cidade.


Depois disso, fui provar um hambúrguer que estava no "pacote" - Naughty Brgr, muito bom por sinal. E pra encerrar o dia, uma bela taça de Malbec, por que eu mereço! 


#HelsinkiSecret dia 4: arquipélago 

A Finlândia possui mais de 300 ilhas e muitas delas são utilizadas para os locais darem àquela escapada da cidade. O dia continuava lindo e o vento gelado tinha dado uma trégua. Vamos para o mar!

A dez minutos de ferry está a Ilha de Lonna. Aberta ao público a partir do verão de 2015, esta pequenina ilha já serviu de local de armazenamento de minas pelos russos. Não há muito o que se fazer por lá,  exceto curtir a atmosfera e o barulho da natureza.  Mais do que válido.

Helsinki Lonna


Uma hora depois, o mesmo ferry passa por Lonna a caminho da uma das ilhas mais famosas e ponto principal deste dia; o Forte de Suomenlinna.

O lugar é de tirar o fôlego.  Muitas paisagens lindas e muita história. Em duas horas, dá pra fazer a trilha sugerida, com os principais pontos. Curiosa que sou, me deixei levar (também) pelos caminhos alternativos sem qualquer pressa. 

Helsinki Suonmelinna
Acesso principal da Fortaleza de Suonmelinna


Helsinki Suonmelinna
Uma das diversas paisagens da ilha, com sinais da primavera!


Suomenlinna é patrimônio da Unesceo desde 1991 e um, senão, o maior forte marítimo do mundo. Muito da história da Finlândia passou por ali. Detalho melhor em um post exclusivo. 

Com este passeio, a cota de caminhada do dia já havia sido superada. Tirei o resto do dia pra curtir. Saiu um café com waffle na "feira" (Market Square), visita ao Museu de Arte Ateneum e ao prédio mais alto de Helsinki (só 14 andares) para apreciar a vista e o lindo pôr-do-sol das 22h!



#HelsinkiSecret dia 5: escapadas

Sou curiosa e amo fotografia. Foram elas que me fizeram decidir a programação do início deste dia. Todas tiradas do @visithelsinki, a agência turística local. 

Os dois lugares eram próximos e para chegar, precisei de metrô e ônibus.  Lugares realmente só visitados por locais. Adoro! 

O primeiro é uma vila abandonada, pra começar o passeio em clima de "Sexta-feira 13"- era 13 de maio, uma sexta-feira. São várias casas no meio de um bosque. O lugar pode ser aterrorizante, mas não em Helsinki. Aqui eles vão ali para fazer picnic e ver o por do sol. Chama Kruunuviori, a "cidade fantasma". Eu e a câmera nos divertimos por lá. 

Helsinki Kruunuviori
Lugares incomuns e ermos só devem ser visitados com muita pesquisa!
Vá, mas com segurança! Este não oferecia qualquer perigo.


Dali, já que era perto,  passei pelo parque japonês - Kirkkapuisto - ver as muitas cerejeiras em flor. Definitivamente, coloquei bastante delicadeza no meu dia, que começara "sombrio". Diversões diferentes! 

Helsinki
Atmosfera de primavera... parques sempre cheios!


Voltei para o Centro Histórico de Helsinki e, eis que, está acontecendo uma festa para inaugurar um novo Museu em pleno Tori Quarter, onde eu faria (e fiz) a pausa para o café no El fant. Bastante vida no entorno!

Depois disso, foi curtir e fotografar a vida cotidiana de Helsinki num dia lindo de sol! Haja pernas e bateria!


#HelsinkiSecret - dia 6: Porvoo e chuva 

Quem deixa de fazer alguma programação por causa da previsão do tempo? A deste dia não estava muito boa, mesmo assim confiei na minha intuição e segui para um passeio bate-e-volta até Porvoo, a segunda cidade mais antiga da Finlândia.

Porvoo Finland
Típicas casinhas vermelhas de Porvoo


Chega-se até lá de ônibus e a viagem demora pouco menos de uma hora. Sem trânsito. Porvoo é pitoresca e pode ser conhecida tranquilamente em um dia e a pé. Aliás, o gostoso mesmo é andar pelas ruas de paralelepípedos (sapatos confortáveis, por favor!) e observar a delicadeza ao redor. A área antiga (Old Porvoo) é composta por casinha de madeira coloridas e muito bem conservadas. Nelas, várias lojas e cafés e restaurantes, todos muito fofos! Perdi as contas de quantas fotos de portas e janelas tirei. Diversão garantida!

Lembram da previsão do tempo? Era verdade... Fico feliz por ter seguido a intuição, pois consegui andar tranquilamente por quase todos os pontos principais. Os lugares “extras" tive que deixar para trás. Sem surpresinhas está vez! Capuz, mochila e máquina fotográfica na chuva fica um pouco mais complicado de administrar. Nestas horas, qualquer um daqueles cafés charmosos seria o meu porto seguro e... com Wi-Fi para conectar com vocês! 

Porvoo Finland
Praça principal da parte antiga de Porvoo.
Pitoresca e muito bem conservada!


No retorno para Helsinki, tempo bem feio. Cinza, garoa... Tive, sim, que explorar o comércio exacerbado da região da, digamos, rodoviária - Kampii. Uma região cheia, lotada, de juvenis e muitas, mas muitas lojas. Juvenis e lojas = muita vida, mesmo com o tempo ruim. Se bem que para eles esse tempo nem é tão ruim. Imaginem no inverno. Deixa pra lá...

Para fechar este dia, quiçá, da semana, encontrei Leonardo. Um restaurante italiano que me daria tudo o que eu mais precisava: co-mi-da. Não lanche. Foi o melhor gnocchi com camarões que eu comi nos últimos tempos. E, de "casa", com a última taça do Malbec brindo a vocês que estiveram comigo até aqui! 

E assim se resumem os meus dias felizes por Helsinki. 

Acompanhem o Devaneios e aguardem pelos posts mais detalhados! 

Kiitos - obrigada !!!


#DevaneiosemHEL

-----------------------------------------------------------------------------------------------

Siga o DEVANEIOS no Facebook e no Instagram !

* * *

Precisa de  hotel em qualquer lugar? Acesse o Booking e faça a sua reserva !
O Devaneios é afiliado do site. Você não paga nada a mais por isso, mas contribui com o blog!


9 comentários:

  1. Show de bola. Até indiquei par auma outra amiga que adora umas trips tbém.
    Sucesso e que venham outros convites maravilhosos ! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a visita, obrigada!!! Que venham mais convites destes sim! Bj

      Excluir
  2. Arrasou!!! Até entrevista você deu :) Que delicia de post e passou a impressão que você viveu intensamente esses dias mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que eu tenha conseguido transmitir essa impressão. Foi uma super experiência!

      Excluir
  3. Muito massa hein? Adorei e cobicei. desejei salame de urso também. haahahahah
    Beijinho

    ResponderExcluir
  4. Para tudo!!! Parece outra cidadeeeee!!! Estive lá em dezembro, no invernão, e ela é completamente diferente nessa época q vc foi!
    Mais uma coisa.. salame de urso! Senhorrrrrr... Era bom?? Eu tb comi carne de rena qnd fui a Rovaniemi, no Norte. Achei gostosinha. Não tão saborosa, mas bem macia.
    Amei seu post! Me deu muita vontade de voltar a Hesínquia!

    ResponderExcluir
  5. Que tudo! Helsinki é LINDA, hein? Estou aqui na maior vontade de conhecer!!!
    Incrível a sua experiência s2

    ResponderExcluir
  6. Meu deus! Sabe que nunca havia passado pela minha cabeça ir para Helsinki. Agora lendo seu relato deu vontade de colocar mais este destino em nossa lista, que não para de crescer nunca. :)

    ResponderExcluir
  7. Sensacional essa viagem Gabi! Parabéns pelos relatos todos, acompanhei pelas redes sociais ao vivo e agora quero ler todos os detalhes por aqui! Ah, e legal que vc foi selecionada - prova que o Visit Helsinki se preocupa com qualidade e não só números! bjs

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem-vindos!

Agradeço a visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...