29/03/2017

Mesquita de Curitiba : união pela religião


Mesquita Azul de Curitiba


Para o aniversário de Porto Alegre, comemorado no último dia 26 de Março, escolhi um lugar pouco comumente visitado por ela para divulgar a vocês. 

Hoje, Curitiba comemora os seus 324 anos e sigo à mesma ideia para homenageá-la em seu aniversário. Vocês sabiam que além da Mesquita de Foz do Iguaçu também existe uma Mesquita na capital paranaense?

Conheçam a Mesquita de Curitiba 

A Mesquita de Curitiba foi inaugurada em 1972 e seu nome verdadeiro é Mesquita Imam Ali ibn Abi Talib, nome que se traduz por Imam (Guia Espiritual) Ali ibn (filho de) Abi Tálib e homenageia esta importante personalidade da história islâmica, que foi primo e genro do Profeta Maomé.

Um fato incomum para o islamismo mundial é que a Mesquita de Curitiba é frequentada pelas duas doutrinas rivais: a xiita e a sunita. Porém, libaneses, recém chegados na época em Curitiba, se uniram para preservar sua cultura através da religião. E a construção da Mesquita surgiu por essa necessidade, fazendo com que eles tivessem um lugar para orar. 

Mesquita Azul de Curitiba



Para estes imigrantes e para contextualizar, independente dos sunitas defenderem que Maomé não deixou um sucessor e o herdeiro deveria ser escolhido entre os muçulmanos e os xiitas acreditarem que o seu lugar pertenceria à Ali, seu primo e genro, o motivo de todos estarem ali é a união pela mesma religião. Extraem-se questões políticas e nem eu poderia argumentar sobre elas. Fato é que não existem muitos lugares assim no mundo.

Mesquita Azul de Curitiba


O projeto foi idealizado por Kamal David Curi, um cristão de origem árabe, e a obra durou cerca de dois anos. O prédio se destaca em meio a outras construções e templos de outras crenças em pleno no Centro Histórico de Curitiba.

Uma linda mesquita azul, com duas torres imensas, chamadas de minaretes e que simbolizam a convocação dos fiéis à oração. No seu centro, uma enorme cúpula redonda, funciona como caixa acústica para a melhor propagação do som.

Esse conjunto de torres e cúpula salta aos olhos à medida que se caminha pela rua e faz crescer a curiosidade de saber o que elas protegem. Ao chegar em frente à Mesquita de Curitiba percebe-se à magnitude dos seus detalhes.

Mesquita Azul de Curitiba

Mesquita Azul de Curitiba
Detalhes da fachada e dos azulejos da varanda


São pilares e arcos em forma de ferradura, elementos tradicionais da arquitetura islâmica, repletos de escritas e desenhos em mosaicos e azulejos.

O seu interior é forrado com tapetes persa e também apresenta muitos detalhes. Há uma prateleira com vários volumes do Alcorão, em diversas línguas, e objetos de devoção, como terços e algumas unidades de taqiyah, o chapéu usado pelos homens, bem como imagens de Meca, a cidade mais sagrada para os muçulmanos.

Mesquita Azul de Curitiba
Altar e oração

Mesquita Azul de Curitiba
Livros e volumes do Alcorão à disposição

Mesquita Azul de Curitiba
Objetos de devoção


A parte interna da abóboda é decorada com trechos do alcorão, em árabe e português, e arabescos com muitas curvas e flores. Um templo de oração e paz, pelo menos foi a energia sentida por lá.

Mesquita Azul de Curitiba
Detalhes do teto e foto parcial de Meca

Sobre o islamismo em Curitiba e no Paraná...

Diz-se que a comunidade islâmica de Curitiba é uma das mais antigas do sul do Brasil, com origem na chegada de libaneses, que não abandonaram a religião. Em 1957, foi inaugurada a Sociedade Beneficente Muçulmana do Paraná, localizada junto à Mesquita de Curitiba e, pouco depois, a Escola Libanesa, em Foz do Iguaçu, outro grande centro islâmico do Estado.

Mesquita Azul de Curitiba



Informações práticas:

Endereço: Rua Dr. Kellers, 383, Bairro São Francisco.
Cultos: sextas-feiras, das 12:30 às 13:30
Visitação: Domingos, das 10:30 às 15:30
Observação: Para entrar na Mesquita é necessário que todos tirem os sapatos e os deixem nos lugares reservados ao lado da porta. Para as mulheres, ainda é exigido cobrir a cabeça o hijab (véu), mas pode se pegar um lenço emprestado por ali mesmo.



O mapa acima dá uma boa noção de todas as atrações do Centro Histórico de Curitiba. 
A Praça Tiradentes é onde está a Catedral e onde inicia a Linha Turismo. A Feira do Largo da  Ordem segue pelo relógio das Flores e passa pelo Museu Paranaense e Mesquita de Curitiba. Tente ir no domingo!


Dica de Biela... visitar a Mesquita é uma atividade perfeita para que vai à Feira do Largo da Ordem, outra atração de Curitiba que só acontece aos domingos. 

Se estiver na Linha Turismo, desça na parada do Centro Histórico, também próximo à Praça Tiradentes, ponto inicial do roteiro.

.Fontes de pesquisa:  Islamismobr, Curitibasites e Jornal Gazeta do Povo


+ Curitiba no Devaneios:

- Dica de como ir do aeroporto ao Centro de Curitiba
- Jardim Botânico
- Museu Oscar Niemeyer – o Museu do Olho
- Bosque do Papa – Memorial Polonês
- Bosque do Alemão
- Linha Turismo 
- Feira do Largo da Ordem : o que fazer no domingo
- Praça do Japão
- Hard Rock Café (único no Brasil)


#DevaneiosemCuritiba
Use esta # e veja mais fotos no Instagram
-----------------------------------------------------------------------------------------------

Mantenha-se atualizado! Siga o DEVANEIOS no Facebook e no Instagram !

Precisa de hotel em qualquer lugar? Acesse o Booking e faça a sua reserva com cancelamento grátis !

Precisando alugar um carro? A RentCars te ajuda a comparar valores e optar pela melhor opção. 
Pague em Reais em até 12x e sem incidência de IOF.

9 comentários:

  1. Nossa, eu nunca ouvi falar que tinha uma mesquita em Curitiba. Não me lembro de já existir quando fui aí. Obrigada pela dica.
    Abs, Marlise

    ResponderExcluir
  2. Nunca entrei nessa Mesquita, já passei em frente dela num domingo quando teve a feira do Largo da Ordem, e ela realmente chama a atenção pela beleza e pelas cores.
    Vou tentar visitá-la numa próxima vez! ;-)
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Que dica interessante! Nunca havia ouvido falar desta mesquita em Curitiba!
    Ótima dica para quem visitar a cidade! :-)

    ResponderExcluir
  4. Eu fui nessa mesquita em um dia de feira e achei linda demais! Jamais pensei que existisse um lugar desse em Curitiba!

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante Gabi! Eu nunca entrei em uma mesquita, acredita? E olha que aqui em Campo Grande tem uma que por for parece ser bem bonita. Vou procurar saber se aceitam visitação. Ótimo post!

    ResponderExcluir
  6. Não sabia da existência dela em Curitiba. Achei muito interessante! Uma boa dica para onde conhecer em Curitiba. Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  7. Oi Gabi! Que legal!!! Eu "descobri" a Mesquita por acaso. Na verdade, nos fomos à Feira do Largo da Ordem quando estivemos em Curitiba. Aí, andando, demos "de cara" com ela. Muito bom o seu post, porque tinha ficado de procurar informações, mas ainda não tinha tido tempo, he he he.
    Beijos
    Carolina

    ResponderExcluir
  8. Que interessante! Gostei muito do post e da dica - conhecer algo diferente, esta mesquita. Parece muito bonita.

    ResponderExcluir
  9. Ja tinha ouvido falar da mesquita de Foz, mas a de Curitiba eu não conhecia.
    Muito interessante a visita, uma forma de conhecer melhor a cultura e a religião.

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem-vindos!

Agradeço a visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...